LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

domingo, 18 de maio de 2014

A QUARTA FROTA/QUINTA COLUNA

 
“Quinta coluna” é um contingente armado traidor que auxilia o exército atacante. 
Surgiu durante a Guerra Civil Espanhola. Imagem daqui

Por Laerte Braga, via Jornal O Rebate

Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central no governo de Fernando Henrique, responsável por taxas de juros a 45% e todos os privilégios a especuladores, foi, em meio à falência do País, indicado por George Soros, um dos maiores nomes do mercado financeiro mundial. 

Se Armínio Fraga é brasileiro ou não ninguém sabe, nascer no Brasil não significa ser brasileiro. Mas sabe-se que é o principal conselheiro de Aébrio Pó das Neves, candidato tucano à presidência, tem dupla nacionalidade (é americano) e foi indicado, no início do governo Obama como um dos prováveis presidentes do Banco Central dos Estados Unidos (FOLHA DE SÃO PAULO, 13 de maio).
 

Numa eventual vitória do tucano será o ministro da Fazenda. Aébrio levou-o a dois jantares. Um com os diretores da FIESP (Federação das Indústrias de São Paulo), que governa aquele país vizinho e outro no primo pobre do empresariado, a similar do Rio de Janeiro.
 

A quem Armínio Fraga serve?
 

As formas de invasão norte-americana, um país inteiramente privatizado e com uma dívida de trilhões de dólares, variam de canto a canto. Se no Iraque é preciso a invasão militar para saquear e apossar-se do petróleo, no Brasil basta constituir alguns partidos políticos como o PSDB e contar com uma vitória eleitoral, um governo nos moldes do de FHC, que também tem dupla nacionalidade.
 

Se é a quarta-frota ou a quinta coluna é uma questão de detalhe e das condições existentes, as propícias a invasão e colonização.
Aébrio Pó das Neves é isso.
 

Quinta coluna, conhecida como a dos traidores.
 

O candidato tucano foi reclamar com Eduardo Campos, candidato capitalista do Partido Socialista Brasileiro, associado a Marina da Silva da fracassada REDE, que sua vice, a própria Marina, usou a expressão “cheirar” ao critica-lo, sugerindo que o mesmo é uma espécie de cavalo paraguaio. “Aécio cheira a derrota no segundo turno”.
 

Segundo o tucano havia dupla intenção de Marina quando disse “cheirar”.
 

Bobagem. O Mineirão inteiro, num jogo Brasil versus Argentina, quando Maradona ainda era o técnico da seleção vizinha, cantou ao anúncio da chegada do então governador de Minas ao estádio – “Ô Maradona, cadê você? O Aecinho cheira mais que você!”
 

O senador Zezé Perrela, seu filho Danilo, proprietários de um helicóptero apreendido no Espírito Santo com 450 quilos de cocaína, tiveram de imediato e de corpo presente a solidariedade de Aécio. Como a justiça no Espírito Santo consegue ser pior que a média da do resto do Brasil, o piloto foi preso como culpado e uso indevido do aparelho, mas já está solto graças ao milagre do habeas corpus.
 

Aécio tem interesses diretos no Espírito Santo, é parceiro do ex-senador Gérson Camata em negócios que envolvem a mulher do mesmo, Rita Camata.
 

No caso específico do Brasil a quarta frota foi deixada de lado e a quinta coluna age com amplo apoio da mídia de mercado (instrumento decisivo dessa coluna). 
Seja através de Aébrio seja, em último caso, através de Eduardo Campos e Marina da Silva, uma dupla sertaneja que até agora não tem a menor chance de levar o disco de ouro, que dirá o de platina.
 

Armínio Fraga não. Tem “emprego” em qualquer lugar, aqui, ou nos EUA, sua terra de adoção.

Postar um comentário