LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

A paz de Israel é a guerra por outros meios

10575126_10202858539168246_3755286389455886240_o
Faixa de Gaza, depois de 51 dias de massacre

Israel entrou na guerra para destruir a resistência e saiu a ter que abrir mão do bloqueio e a cólera leva o colono a aumentar as suas provocações. É estranha a forma de Israel compreender a paz que além de no mesmo dia em que assinou o cessar fogo em Gaza prendeu mais 12 dirigentes da resistência palestiniana na Cisjordânia – num processo quevisa isolar uma das fracções mais progressistas do campo palestiniano - foi ainda reprimir uma escola em Nablus. Se fosse ao contrário, sabemos bem, já estariam novamente a chover bombas em cada palmo de céu que sobrou na Palestina.
Em Gaza a Amnistia Internacional, essa perigosa instituição terrorista, não está a conseguir entrar no território para investigar a actuação militar de Israel. É natural. Não é provável que Hitler, antes de perder todas as guerras, deixasse quem quer que fosse investigar o que se passava nos campos de concentração. Israel e o Reich são tão parecidos no tempo da guerra como nos seus intervalos.
Estranha forma de vida aquela que Israel acha possível chamar de paz na Palestina.
Fotografia via Mahdi Aljamal
Postar um comentário