LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

APOCALIPSE - CANTO I

Líbia destruído e dividido, 3 anos após a invasão do l



Quatro cavaleiros habitam meu coração:
Guerra
                     Peste
                     Fome
                     Morte.

Não sei se o fim está próximo
ou se o auge da vida se anuncia
             nestas auroras de ferro.

Masquando morrer o corpo,
que seja em sala com espelhos.

Quero arder,
gozar o momento da vitória final do guerreiro.

Quando morrer o corpo,
que seja em roupas brancas,
             limpas,
que a alma não sofra
com a sujeira ainda tão próxima.

Quando por fim apodrecer o corpo,
e todo prazer da morte for gozado,
que seja queimado

para que não haja lembranças terríveis.

(Itárcio Ferreira)

Postar um comentário