LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

domingo, 12 de outubro de 2014

Aécio Neves votou contra a valorização do salário mínimo

image


– O Senador Aécio Neves vota contra, Sr. Presidente.

Foi assim, se referindo a ele mesmo na terceira pessoa, que o senador Aécio Neves anunciou que era contrário à política de aumento real do salário mínimo.

– O Senador Aécio Neves vota contra.

Confirmou o presidente da sessão, senador José Sarney. E é assim que ficou registrado nos arquivos do Senado o voto contrário de Aécio Neves a uma política para garantir aumentos reais, a cada ano, ao salário mínimo. Você pode assistir a este momento histórico abaixo:

AÉCIO NEVES VOTA CONTRA POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO D…: http://youtu.be/kKZuKmkVreQ
Era o dia 23 de fevereiro de 2011 e o Senado estava dando a palavra final no projeto de lei que garantia aos trabalhadores brasileiros reajustes reais no valor do salario mínimo até 2015.
Transformado em lei, determina um reajuste anual com base na correção da inflação somada ao aumento do PIB.

O PSDB era contra o projeto. No governo Fernando Henrique Cardoso, a área econômica procurava sufocar o aumento real com o argumento de que o Salário Mínimo era inflacionário, quebrava as prefeituras e inviabilizava a Previdência Social. E frequentemente o governo tucano impunha sua vontade e o Congresso homologava o arrocho. Armínio Fraga, anunciado por Aécio como ministro da Economia  ideal, declarou recentemente que o “salário mínimo subiu muito”. 
Comparando a inflação medida pelo IPCA com o reajuste do Salário Mínimo, o site “Um pouco de prosa” montou um gráfico com o reajuste real desde o Plano Real. Veja clicando aqui. 
Graças à política de valorização e longe da economia tucana, o salário mínimo do brasileiro  tem hoje o maior poder de compra em 30 anos. 
 
Postar um comentário