LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

sábado, 6 de dezembro de 2014

Abreu e Lima inicia operações!

Dig42552

Por Miguel do Rosário, via O Cafezinho

A Abreu e Lima, uma das maiores refinarias do mundo, construída inteiramente por trabalhadores brasileiros, e com tecnologia desenvolvida, em grande parte, no Brasil, recebeu autorização para começar a funcionar.

Uma pena que a Petrobrás e o governo sejam tão incompetentes e muquiranas em comunicação, e continuem achando que publicidade é apenas anunciar na grande imprensa.

Qualquer dia, temos que investigar as tretas no setor da publicidade estatal que explicariam um conservadorismo que, a esta altura, só posso classificar de duas maneiras: idiota ou desonesto. Ou os dois aos mesmo tempo.

A esta altura, a Petrobrás deveria estar levando centenas de secundaristas, universitários, blogueiros, jornalistas da mídia alternativa, para visitar a Abreu e Lima.
Daria muito mais resultado do que torrar dinheiro em anúncio em revistas que ninguém mais lê.
Há desvios, infelizmente, em quase toda grande obra tocada no mundo. Tanto é que até a Suécia, quando faz uma grande obra, cria um núcleo policial específico para monitorar aquele projeto. Os suecos, o povo menos corrupto do mundo, sabe que onde tem dinheiro, há tentativa de corrupção.

Mas isso não tira o valor excepcional da Abreu e Lima. Ela será um dos eixos de um novo ciclo de industrialização no país.

Houve corrupção no metrô de São Paulo, mas isso não tira a importância fundamental do sistema metroviário para a locomoção dos paulistas.

A produção de diesel, gasolina e refinados em geral, nos dará uma independência econômica.

A mídia tem feito um grande alarmismo com o déficit na balança comercial. Mas não faz uma análise básica: o déficit vem quase todo da importação de refinados de petróleo. E o déficit irá se converter em superávit na medida em que as refinarias da Petrobrás forem ficando prontas, como é o caso da Abreu e Lima.
*

05.Dez.2014

Recebemos autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para operação de todas as unidades do trem 1 de refino da Refinaria Abreu e Lima (RNEST). Com o procedimento, fica autorizada a produção de diesel na refinaria.

A autorização consolidada foi publicada na edição da última quinta-feira (4/12) do Diário Oficial da União (DOU). As permissões da ANP contemplam as unidades de destilação atmosférica, coqueamento retardado, tratamento cáustico, hidrotratamento de diesel, hidrotratamento de nafta, geração de hidrogênio, e tratamento de águas ácidas.

Além das sete unidades autorizadas, a ANP também nos concedeu permissão para a operação de 36 tanques e quatro esferas do primeiro trem da RNEST. Com capacidade total de armazenamento de aproximadamente 1 milhão de m³, os tanques e esferas irão estocar petróleo, diesel, nafta, resíduos, entre outros.

Postar um comentário