LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

sexta-feira, 6 de março de 2015

Cirrose hepática e doença não-alcóolica do fígado gorduroso



Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.

Por Barry Groves

Causas dietárias: óleos vegetais e margarinas poliinsaturadas; dietas ricas em carboidratos; cereais; baixa ingestão de colesterol.

A cirrose hepática é uma condição potencialmente fatal. Muitas pessoas provavelmente pensam nela como sendo restrita àquelas pessoas que bebem quantidades prodigiosas de álcool. Mas na prática, muitas coisas podem causar cirrose.

Tanto estudos epidemiológicos quanto experimentais mostraram que os bebedores de álcool que comem a "insalubre" gordura saturada animal não têm lesões hepáticas [1]. Foi apenas quando os sujeitos substituíram as gorduras animais pelas "saudáveis" gorduras poliinsaturadas contendo ácido linoleico que os problemas surgiram. O ácido linoleico, mesmo em níveis baixos como 0.7 ou 2.5%, concomitante ao álcool, causou esteatose hepática, necrose e inflamação.

Omitir o colesterol da dieta teve efeitos nocivos similares [2].

Uma das grandes formas – cada vez mais comum – de dano hepático é uma condição conhecida como doença não-álcoolica do fígado gorduroso (N.T.: Em inglês, NAFLD. Em português, "fígado gorduroso" ou "gordura no fígado"). Esta pode progredir para fibrose e então para cirrose.

Estima-se que a NAFLD afete entre 14 e 21% das populações da Europa e Ásia, e 24% dos americanos. Ela é mais comum entre adultos obesos ou diabéticos [3]. NAFLD é mais comum em homens em todas as faixas etárias. A prevalência em ambos os sexos aumenta com a idade e o peso. Entre mulheres, o risco da NAFLD aumenta após a menopausa. Mas ultimamente tem emergindo uma tendência preocupante de encontrar-se a doença em crianças [4].

Apesar do nome, o fígado gorduroso não é necessariamente causado por uma dieta "insalubre" rica em gordura – é bem o oposto. Você pode ficar surpreso em saber que as "saudáveis" comidas ricas em amidos como os cereais são a causa primária da NAFLD. A iguaria francesa pâté de fois gras (N.T.: literalmente, "patê de fígado gordo") é um exemplo perfeito de como a doença se desenvolve. O patê é feito de fígado de ganso, mas não quaisquer fígados de ganso: eles tem que ser gordos. Para conseguir isso, os gansos cujos fígados serão usados, são alimentados à força com grãos ricos em amido por diversos dias. É isso que engorda o fígado.

A mesma coisa acontece em humanos que comem uma dieta rica em amido. Apresentando os resultados de um estudo conduzido pela Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins no 54o Encontro Anual da Associação Americana para o Estudo de Doenças Hepáticas, a Dra. Jeanne Clark disse aos delegados como um estudo de biópsias de fígado mostrou que dietas ricas em carboidrato, pobres em gorduras, geralmente recomendadas para pacientes muito obesos com NAFLD, aumentavam o risco de inflamação do fígado até 7 vezes mais quando comparadas com pacientes com a menor ingestão de carboidratos [5]. Da mesma maneira, disse ela, dietas ricas em gorduras parecem ser protetoras.

Isso confirmou um estudo anterior no qual pacientes com cirrose hepática estabelecida beneficiaram-se de uma dieta rica em gordura saturada [6].

Referências


  1. Nanji AA, French SW. Dietary linoleic acid is required for development of experimentally induced alcoholic liver-injury. Life Sciences 1989; 44: 223-301. 
  2. Laitinen, M., et al., Effects of dietary cholesterol feeding on the membranes of liver cells and on the cholesterol metabolism in the rat. Int J Biochem 1982; 14: 239-41. 
  3. Sargin M, Uygur-Bayramicli O, Sargin H, et al. Association of Nonalcoholic Fatty Liver Disease With Insulin Resistance: Is OGTT Indicated in Nonalcoholic Fatty Liver Disease? J Clin Gastroenterol 2003; 37: 399-402. 
  4. Schwimmer JB, Deutsch R, Rauch JB, et al. Obesity, insulin resistance, and other clinicopathological correlates of pediatric nonalcoholic fatty liver disease. J Pediatr 2003; 143: 500-505. 
  5. Diet for Obese Patient Tied to Liver Inflammation. Reuters Health, 27 October 2003. http://www.reuters.co.uk/newsArticle.jhtml?type=healthNews&storyID=3698408&section=news , accessed 28 October 2003. 
  6. Nanji AA, Yang EK, Fogt F, et al. Medium chain triglycerides and vitamin E reduce the severity of established experimental alcoholic liver disease. J Pharmacol Exp Ther 1996; 277: 1694-700.
*****
Nota Claudicante:

Por falar em esteatose...
Postar um comentário