LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

quarta-feira, 11 de março de 2015

Declaração de Cuba contra agressão dos EUA contra Venezuela



Declaração do governo revolucionário da República de Cuba: A Venezuela não está só 

O Governo Revolucionário da República de Cuba tomou conhecimento da arbitrária e agressiva Ordem Executiva emitida pelo Presidente dos Estados Unidos contra o Governo da República Bolivariana da Venezuela que qualifica este país como uma ameaça a sua segurança nacional, em represália às medidas adotadas em defesa de sua soberania frente aos atos de ingerência de autoridades governamentais e do Congresso estadunidense. 

Como a Venezuela ameaça os Estados Unidos? A milhares de quilômetros de distância, sem armas estratégicas e sem empregar recursos nem funcionários para conspirar contra a ordem constitucional estadunidense, a declaração parece pouco crível e deixa claro os fins de quem a faz. 

Entretanto, esse tipo de pronunciamento em um ano em que vão se realizar eleições legislativas na Venezuela reafirma, uma vez mais, o caráter de intromissão da política exterior dos EUA.

A gravidade desta ação executiva coloca em alerta os governos da América Latina e do Caribe que em janeiro de 2014, durante a Segunda Cimeira da CELAC em Havana, declararam a região como Zona de Paz e repudiam qualquer ato que atente contra isso, pois acumulam suficientes experiências de intervencionismo imperial em sua história. 

O Governo Revolucionário da República de Cuba reitera novamente seu incondicional apoio e o de nosso povo a Revolução bolivariana, ao governo legítimo do Presidente Nicolás Maduro Moros e ao heroico povo irmão da Venezuela. Ninguém tem direito de intervir nos assuntos internos de um Estado soberano e nem declará-lo, sem fundamento algum, como ameaça a sua segurança nacional. 

Assim como Cuba nunca esteve sozinha, Venezuela também não estará. 

Havana, 9 de março de 2015.
Postar um comentário