LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

terça-feira, 3 de março de 2015

Deputado chavista e esposa são assassinados em Caracas; causas serão investigadas


Deputado Robert Serra

Via Opera Mundi

Em coletiva de imprensa na manhã de hoje, o ministro de Relações Interiores, Justiça e Paz, Miguel Rodríguez Torres, afirmou que não se trata de um crime comum, mas "um homicídio intencional, planejado e executado com grande precisão". 
De acordo com as investigações preliminares, o crime durou entre 20 e 25 minutos e foi executado com uma faca. O velório está sendo realizado na AN.
Torres pediu aos setores políticos de oposição que não utilizem a morte como "show midiático" e disse estar seguro de que "os setores conscientes saberão respeitar este momento doloroso e isolarão qualquer manifestação desrespeitosa".
A oposição, que havia convocado uma marcha para este sábado (04/10), desmarcou o ato, como afirmou o secretário-executivo da MUD (Mesa de Unidade Democrática), Jesús Torrealba. Ele explicou que se trata de um "momento doloroso para o país e dentro da política de promover um país unido, a MUD decidiu adiar a mobilização".
 
Devido à popularidade que desfrutava, Serra, que com 27 anos, foi o deputado mais novo da Assembleia Nacional da história do país, Torres pediu mais cedo que a militância do PSUV e da juventude chavista mantivesse a calma. “Nós garantimos que investigaremos a fundo esta situação e seguramente nas próximas horas chegaremos aos responsáveis por esta monstruosidade”, afirmou.
 
O presidente Nicolás Maduro, que era próximo ao deputado, expressou “imensa dor” pela morte do líder. “Robert, seguiremos com teu exemplo, leais e firmes pelo caminho da revolução que defendeu sempre com paixão”.

Postar um comentário