LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

segunda-feira, 30 de março de 2015

Líder das manifestações coxinhas é um parasita financeiro



O líder do Vem Pra Rua não é um "cidadão comum" indignado contra o governo, mas um agente do sistema financeiro que atua pela destruição da economia brasileira

O fundador do Movimento Vem Pra Rua, principal organização da direita nas manifestações pela derrubada da presidente Dilma Rousseff (PT), Rogério Chequer, tratado pela imprensa burguesa apenas como empresário, é um parasita do sistema financeiro. Antes de aparecer nos comícios do PSDB em 2014 e nas manifestações neste ano, o dito empresário morava nos Estados Unidos e viva de especulação em fundos de investimento, junto a bilionários norte-americanos.

Atualmente, o líder do Vem Pra Rua se apresenta como dono da empresa SOAP, que seria especializada em ensinar a criação de apresentações de slides para executivos. Vendo o seu histórico, no entanto, é difícil imaginar que se limite a isso. Chequer foi sócio até 2011 da Atlas Capital Manegment, empresa de especulação que gerenciava fundos hegde, investimentos parasitários de alto risco, junto com David Chon e Harry Kretsky.

Entre os fundos, o Discover Atlas Found US$ 115 milhões em ativos, de acordo com o site Institutional Investitor. Rogério Chequer também foi sócio do bilionário da lista da revista Forbes, Robert Citrone, em outro fundo, de nome similar, Discovery.

Não é por acaso que o líder, como boa parte dos apoiadores das manifestações que visam a derrubada da presidente, seja um especulador. O setor financeiro é um dos maiores interessados nesta operação e nas mudanças que já apontam para depois deste processo. A privatização da Petrobras, uma das principais bandeiras, será feita para garantir o repasse dos lucros desta empresa para os especuladores, retirando qualquer retorno que possa haver para a população do país.

O setor financeiro está todo jogando contra o país. Estão retirando os investimentos da Petrobras e de outras empresas nacionais, um fator importante para a subida do valor do dólar frente ao real. Esta é a mesma atuação que têm em outros países cujo governo querem derrubar, como na Venezuela e na Argentina.

A atuação de Chequer como parasita financeiro só reforça o caráter burguês das manifestações da direita. Quem está organizando, propagandeando e saindo às ruas pela derrubada do governo nada tem a ver com o nacionalismo que pintam de verde e amarelo, mas é a expressão dos interesse do imperialismo no país.

Postar um comentário