LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Empresa da CIA monitora o chat do Facebook



Os bate-papos do Facebook são monitorados pela empresa Recorded Future, financiada pela CIA, conforme afirma a Web Bosnadev, depois de realizar uma minuciosa investigação.

Os responsáveis pela Bosnadev começaram a testar um aplicativo e encontraram uma área inédita em que observaram algumas atividades incomuns. O link para o aplicativo foi enviado através do chat do Facebook, onde encontraram uma lista de protocolos (IPv6), muito longa para uma simples verificação no Facebook.

Ao suspeitar disso, eles rastrearam o registro da recém-criada URL enviada via chat do Facebook. No final, eles encontraram a Recorder Future, uma empresa que recebeu financiamento do Google Ventures e da CIA.

Esta descoberta coloca em evidência a rede social de Mark Zuckerberg ao revelar a violação da privacidade de seus usuários, uma das questões mais controversas que vem novamente à luz graças a notícias como esta.

Portanto, nada de pensar que nossas mensagens privadas estão a salvo de terceiros.

O outro lado

Tanto o Facebook quanto a Recorded Future desmentem a informação.

"Confirmamos que o Facebook não utiliza a Recorded Future — um agregador de códigos abertos de dados públicos — para analisar conteúdos privados. Isso significa que não temos nenhuma ligação com a Recorded Future", disse um funcionário da equipe de segurança do Facebook.

Neste sentido, ele assegurou que é muito "difícil" dizer com precisão que isso tenha acontecido. No entanto, há intenção de ser feita atualização quando se depararem com qualquer informação que possa responder a este problema.

A equipe da Recorded Future buscou informações em seus registros para entender o que aconteceu. Segundo explicam, seus sistemas seguiram uma URL depois que havia sido publicada em um sítio público. Nosso sistema verifica constantemente URLs postadas na web.

"Revisamos nossos registros e confirmamos que foi isso o que aconteceu neste caso específico. Não está relacionado com as mensagens do chat do Facebook que contêm este link. Nosso sistema não tem acesso a essas informações ", acrescentou.

Da Europa Press
Postar um comentário