LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

terça-feira, 9 de junho de 2015

“A dívida pública é um mega esquema de corrupção institucionalizado”. Maria Lúcia Fattorelli à Carta Capital.

 Maria Lúcia Fattorelli
Maria Lúcia Fattorelli já auditou a dívida pública do Equador e agora faz o mesmo pela Grécia


O nosso ataque em relação à dívida é porque a dívida é o ponto central, é a espinha dorsal do esquema.” A frase é de Maria Lúcia Fattorelli, auditora aposentada da Receita Federal e fundadora do movimento “Auditoria Cidadã da Dívida” no Brasil, em uma entrevista publicada hoje pela Carta Capital. O esquema a que ela se refere é um ‘sistema da dívida’.

“O problema começa quando nós começamos a auditar a dívida e não encontramos contrapartida real. Que dívida é essa que não para de crescer e que leva quase a metade do Orçamento? Qual é a contrapartida dessa dívida? Onde é aplicado esse dinheiro? E esse é o problema. Depois de várias investigações, no Brasil, tanto em âmbito federal, como estadual e municipal, em vários países latino-americanos e agora em países europeus, nós determinamos que existe um sistema da dívida. O que é isso? É a utilização desse instrumento, que deveria ser para complementar os recursos em benefício de todos, como o veículo para desviar recursos públicos em direção ao sistema financeiro. Esse é o esquema que identificamos onde quer que a gente investiga”
Na entrevista, ela explica como a dívida pública, que hoje no Brasil consome o pagamento de R$ 334,6 bilhões em juros, desvia recursos públicos para grandes bancos e empresas. Maria Lúcia Fattorelli participa da comissão que vai investigar os acordos, esquemas e fraudes na dívida pública que levaram a Grécia, segundo o Syriza, à crise econômica e social. E diz que devemos fazer uma auditoria da dívida pública também no Brasil, porque este sistema é global. Leitura necessária.
Postar um comentário