LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

domingo, 7 de junho de 2015

Neymar, 100% finório. Bem brasileirinho ! Se a Receita for como o FBI, pai e filho, cúmplices, vão levar um pau !

Oh, Receita, perdoai as nossas dívidas, assim como perdoamos os nossos devedores !


Durante o jogo contra o Juventus, Barça 3 a 1, Neymar não fez quase nada.

Quem deu o passe para o primeiro gol do excelente Rakitic foi o monstro do Iniesta !

Neymar fez um gol com a mão e tentou trapacear o mundo com a história de que tinha sido com o ombro.

Fez o terceiro gol do Barça, num passe do Pedro que até o Marin(ho) faria.

Como tem sido os gols do Neymar.

Com os jogos definidos, recebe assistências com açúcar do Messi e do Suárez – esses, sim, mestres inigualáveis.

Fim de jogo, o finório 100% brasileirinho aparece com uma fita na cabeça – “100% Jesus” – expressão de circulação mundial.

Nenhum outro jogador usou esse recurso para fazer marketing com a vitória.

Nem Iniesta, Suárez, Mascherano, Rakitic ou o que mais merece aplausos e reverência, Messi, discreto, altivo, superior.

Aí o brasileirinho, de fita jesuítica na testa, se ajoelha de frente para a plateia e faz que ora.

Ora ao Senhor !

Só ele teve aquele súbito chamamento, na estrada de Damasco.

Uma epifania !

E aí, ele se torna, brasileiríssimamente, um Papagaio de Pirata.

É o ÚNICO jogador do Barça que beija a taça, a caminho do Platini, para receber a medalha.

Depois, agarra a taça, como se fosse dele.

E não desgruda dela.

Ele está, sempre, perto da taça e no centro de todas as fotos !

Perto dele, coitado, o Messi, parece reserva dos Meninos da Vila.

Quem o pai do Neymar, o ex-presidente do Barcelona e o cúmplice Neymar Junior pensam que enganam?

O Santos acusa os três finórios de se apropriarem de uma parcela que cabia ao Santos, na venda ao Barça.

Pai e filho – cúmplices -  correm o risco de pegar uma multinha da Receita Federal, quem sabe, agora, revitalizada pela ação do FBI contra a generalizada roubalheira do futebol.

Esse presidente do Barça, Sandro Rosell, saiu do clube antes que a Polícia chegasse.

Era um dos amigões do Ricardo Teixeira.

(Nenhum mais amigo do que o Marcelo Campos Pinto, porém…)

O “100% Jesus” do brasileirinho em Berlim tem tanto de misticismo quanto a conversão do Padim Pade Cerra à causa do Cristo (do D. Odilo Scherer …).

Assim como o mensalão do PT, Neymar ainda está por provar-se, como jogador de futebol.

Ele é muito bom contra o Catanduva e o Canto do Rio.

Quando perde a bola ou chuta fora, cai, desaba, simula dor ou contusão.

E, com o jogo definido, está pronto para receber, na bandeja, do Suárez, do Pedro e do Messi.

Assim, como os Ronaldinhos, Neymar foi o melhor produto que a Globo, por algum tempo, pode exibir no Brasileirinho.

Com uma diferença.

Falta muito para o Neymar Junior chegar perto do que os dois Ronaldos fizeram em campo.

Neymar não passa disso: um brasileirinho típico, finório, esperrrto !

Um coxinha de alcance mundial !

100%


Paulo Henrique Amorim
Postar um comentário