LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

terça-feira, 7 de julho de 2015

Dez razões para dar vivas à Grécia

Cartoon de Latuff.

Por Juremir Machado, via Contexto Livre

1 — Ao dizer não ao plano proposto pelos agiotas europeus, a Grécia mostrou altivez.

2 — Ao recusar a austeridade que nutre o parisitismo do capitalismo financeiro, os gregos colocaram a vida das pessoas em primeiro lugar e sinalizaram que, tendo vivido desde a antiguidade sem a troika, podem continuar a fazê-lo.

3 — Ao rejeitar a agiotagem europeia os gregos tiveram a coragem de resistir ao terrorismo midiático.

4 — A dívida grega é um amontoado de juros obscenos.

5 — Um país não é um devedor individual que pode quebrar.

6 — Os argumentos simplórios da direita internacional, do tipo quem mandou se endividar, são economicamente falando, indigentes e foram, como o não, devidamente descartados como um mero argumento de abutre.

7 — Um país não pode abrir de fazer política monetária.

8 — Pode ser uma boa pista para o Brasil, que entregou sua política econômica para a direita, traindo o eleitor. O ministro das Finanças gregas, um dos homens mais corajosos do momento, demitiu-se depois do plebiscito. Joaquim Lévy poderia fazer o mesmo no Brasil. O seu ajuste fiscal é um embuste que protege as grandes fortunas.

9 — A Grécia volta a dar aulas de democracia ao mundo.

10 — O não da Grécia é um etiqueta colocado na troika: agiotas.
Postar um comentário