LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

A lava panelas (inspirado em fatos reais)


Eu bem que achei esquisito quando cheguei na casa da patroa, hoje cedo, e vi um monte de panelas no sofá. Patroa não tem mais criança em casa pra fazer essa danação toda. A filha mais velha foi estudar numa faculdade bem longe. Passou no Enem. O filho está numa faculdade, que fica fora do país. Acho que é onde gravaram aquele filme dos Anéis, o Harry Potter. Acho que é nos Estados Unidos. Não sei. Não gosto desses filmes. Mas a patroa falou que é um lugar bonito. Que ele vai ser engenheiro e que recebe até dinheiro do governo pra se formar. Que diacho. O menino merece.

Eu perguntei por que as panelas estavam lá. Ela me falou que foi um protesto. Perguntou se eu não sabia. Se eu não tinha feito. Eu não. Nem sabia disso. Ela disse que passou no jornal da Globo. Mas eu não vejo o jornal. Saio da casa da patroa às sete. Até chegar no bairro, já são oito e meia. Preciso pegar ainda os meninos na casa da minha irmã, que fica com eles. Daí pego mais uma lotação e chego em casa mais de nove horas. Mas eu vejo a novela. Que mulher ruim aquela. Quer tomar tudo da outra. Se bem que a peste merece. E aquela sem-vergonhice das mulheres se pegando todo dia? De beijo e passação de mão? Deus me livre!

Depois que chego em casa, eu cuido dos meninos. Apronto as coisas deles. Todo mundo acorda cedo. Deixo eles antes das sete na casa da minha irmã e vou pro trabalho. Só vejo o Datena de tarde. É a hora que passo roupa. Daí deixo a tevê ligada baixinho. Só tem coisa que não presta. Esse mundo endoidou. Agora ele vai ser prefeito. Quero só ver, vai acabar essa bandidagem toda.

Se eu pudesse, eu protestava também. Vixe, e como. A amiga da minha irmã falou que a Dilma vai tirar nosso 13º. Perguntei pra patroa e ela disse que ia mesmo. Mas se é ela quem paga, por que a Dilma vai proibir? Mulher ruim essa Dilma. É durona. Falaram que ela é sapatona. Deve ser. Eu gostava do Lula. Mas todo mundo aqui fala que ele é ladrão. Também acho. Onde já se viu enricar assim? Tem fazenda e é dono daquela marca de carne que passa na TV. Esse povo não presta mesmo. Mas eu gostava dele. Meu cunhado fez o Prouni. Estuda de graça e já vai se formar professor. Parece pouco, mas ele era catador de latinha. Mudou muito, né? E a menina da minha vizinha falou que vai ser jornalista. Até já fez matrícula. Se ela virar jornalista eu assisto mais o jornal. Menina boa, ela.

Minha patroa é boazinha também. Me registrou e tudo. Disse que agora era obrigado. Só reclamou que isso ia acabar com os empregos. Mas o que mais tem é gente procurando empregada, sabia? Não tem uma só amiga minha doméstica desempregada. A maioria, é verdade, mudou de profissão. Eu prefiro trabalhar em casa de família. A patroa me dá roupas e comida. Sempre ganho alguma coisa a mais e ela nem desconta. Quando preciso, ela adianta meu salário. Não preciso trabalhar toda arrumada. Só não gosto quando falam que Bolsa Família é coisa de vagabundo. Lá em casa eu recebo. Mas ninguém aqui sabe disso. Se minha patroa souber, acho que me manda embora. E não dá nem trezentos reais no mês. Recebo uma pra cada um dos meninos. São três. Meu marido foi embora. Nem sei se tá vivo. Patroa acha que dá pra pagar aluguel e fazer compras com oitocentos reais? Dá não. Mas faço de conta que nem escuto quando falam essas coisas. Também não gosto quando me chamam de baiana. Sou cearense. Mas é melhor não se queixar. O emprego é bom. Deixa eu lavar essas panelas. Acho bom avisar que já estavam amassadas aqui do lado. Vai que ela reclama, né?

Postar um comentário