LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

É por isso que eu admiro tanto...

Resultado de imagem para alexandre garcia e as cotas raciaisResultado de imagem para eduardo cunha
Os Jeniais homens de bens

Por Fernanda Carlos Borges, em seu blog

Ufa, ainda bem que o Cunha colocou em votação o crime de heterofobia, eu como hetero tenho sofrido muito. Foi muito difícil revelar isso para a minha família, até hoje não aceitam muito. Fui zombada na escola. Assumir a relação com o meu marido foi uma luta e uma conquista difícil. Já tive que esconder minha heterossexualidade no trabalho. Algumas vezes sou tratada como demoníaca e querem me exorcisar. Alguns querem me curar. Até na rua já fui xingada e quase apanhei por estar andando de mãos dadas com o meu companheiro... Dura vida marginal esta de heteros... É por isso que eu admiro tanto a jenialidade do Cunha...

Esta semana foi um de um avanço social sem precedentes, além da indispensável PL contra a heterofobia foi votada a PL que restringe o atendimento do SUS a mulheres estupradas, inclusive colocando restrições à pílula do dia seguinte. Ah, que beleza! Finalmente para provar o abuso as mulheres mentirosas devem provar o fato com hematomas e uma mente destroçada! Finalmente transformaram um óvulo recém fecundado por um espermatozoide em um lindo bebezinho! Finalmente as mulheres estupradas poderão compensar o trauma do abuso tendo um filho do estuprador! Finalmente o útero das mulheres virou definitivamente propriedade pública! É por esta e outras que eu admiro tanto a jenialidade do Cunha e seus amiguinhos do bem.

E o Alexandre Garcia, que fofo! Revelador! Nesta semana ele revelou o que ninguém mais quer ver, mas está diante dos nossos olhos: “o país não era racista até criarem as cotas”. Claro! A escravidão no Brasil foi voluntária e sempre considerou os negros iguais aos brancos, um acordo entre as partes. Os negros foram imediatamente socializados após a abolição com a tolerância com as favelas. Em toda casa de branco tem um empregada negra, sempre conviveram cordialmente! Até a polícia ajuda matando os jovens negros sujos e preguiçosos para proteger os negros limpinhos que se esforçam bastante. Foram criados tantos produtos para alisarem o cabelo ruim e ficarem bonitos! E a bondade do cristianismo que salvou a alma dos negros daquela coisa demoníaca deles que é o Candomblé e a Umbanda? Alguns brancos até casam com negros! Onde é que está o racismo?! E, afinal, as cotas colocam os jovens de boa família (que se esforçam tanto em boas escolas e cursinhos particulares) numa situação difícil porque nem podem competir em condições de igualdade com o privilégio dado aos negros, que só querem se aproveitar. Daí eles entram nas faculdades e os professores de humanas começam a colocar coisas na cabeça deles... Isso sim alimenta o racismo... É por isso que eu admiro tanto a jenialidade do Alexandre Garcia.
Postar um comentário