LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Fernando Morais diz que impeachment é golpe sem tanques


Via Jornal GGN 

A aprovação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados é um golpe sem tanques nem prisões, afirma o escritor Fernando Morais em entrevista para o jornal colombiano El Espectador. Para Morais, se o impeachment passar no Senado, os brasileiros estarão diante de um "coquetel explosivo", por que um governo Temer não seria legítimo e teria de ceder às exigências do capital financeiro.

Ele ressalta que nenhum dos opositores do governo conseguiu estabelecer o crime de responsabilidade da presidente Dilma, e que o está acontecendo no país é um golpe preparado por setores do Poder Judiciário, da imprensa brasileira. "É uma vergonha que pessoas como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, por exemplo, decidam aceitar o golpe e entrar na história pela porta dos fundos", afirmou.

Morais considera que Dilma errou ao se candidatar prometendo um tipo de política econômica e depois adotando medidas neoliberais e recessivas, que atingiram o bolso do trabalhador e aumentaram o desemprego no país. No entanto, ele aponta que não há acusações contra ela, "nem contas secretas na Suíça, nem nos Panamá Papers, nem imóveis suspeitos em Miami, nem dinheiro de origem obscura", também dizendo que Eduardo Cunha é acusado de receber milhões em propina e continua presidindo a Câmara dos Deputados. "Como se pode notar, no Brasil temos uma Justiça torta". A entrevista completa, em espanhol, pode ser lida aqui. 

+++++

Nota Claudicante:

O triste governo Dilma-2 tem, no mínimo, cinquenta por cento de culpa no que está acontecendo no país, opinião que não é só minha, mas de gente como Nassif, PHA e o mestre Mauro Santayana. 

Listo, abaixo, uma pequena amostra dos caminhos tortuosos de Dilma para buscar o apoio da direita, que não a elegeu: