LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

terça-feira, 26 de abril de 2016

Moro, vai prender o Lula que eu quero ver! Moro vai provocar um tsunami internacional do tamanho do Oceano Pacífico.

aliança
Os participantes do Fórum Internacional Democracia e Justiça Social (crédito: Fotos Públicas)


Como se sabe, o objetivo da Lava Jato foi e sempre será prender o Lula.

Para que não se eleja, em 2018, ou, já agora, como parece pretender a Dilma e diante desses impressionantes 30% de preferência, apesar do massacre diário do Moro e da Globo contra ele.

Como se sabe, o Moro prendeu o Lula coercitivamente e só não o levou direto para Curitiba porque o povo, no aeroporto de Congonhas, não deixou.

Como se sabe, o Moro emparedou o edifício Solaris no Guarujá, de cima abaixo, para prender o Lula e, quando se deparou com a Globo no triplex ao lado do triplex que não é do Lula, escafedeu-se como um coelhinho de desenho animado.

O ansioso blogueiro quer ver o Moro prender o Lula, depois que o Supremo o devolver ao Moro.

Quer ver.

O Lula não é um delcídio, um pedro correa qualquer.

Pensando bem, talvez seja até melhor que o Moro prenda o Lula.

Porque isso provocará um tsunami internacional do tamanho do Oceano Pacifico.

Basta olhar para essa foto.

Para esse cavalheiro de bigodes brancos, terno escuro, camisa branca, que aparece na primeira fila à direita do Lula.

Trata-se de Massimo D'alema, que foi primeiro ministro comunista da Itália, e veio participar desse Congresso.

Foi o D'alema quem disse ao Mino Carta que o FHC Brasif era um excelente "presidente de exportação".

Na sua infinita provincianice, é provável que o Moro não saiba quem é o D'alema.

Deixa o D'alema explicar à União Europeia quem é o Moro.

O Moro, que, como demonstrou o Mino, não entendeu nada da Operação Mãos Limpas.

Deixa o D'alema demonstrar quem encarna e simboliza essa Republiqueta de Bananas.

Por exemplo, o Moro e seu estalinismo dissimulado de Justiça.

Prende, Moro!

Aí, mesmo é que as Eleições saem numa semana!

Paulo Henrique Amorim