LULA PRESO POLÍTICO

LULA PRESO POLÍTICO

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Temer não é satanista, é santo: até o Moro pede calma agora…

morosanto
Moro, o santo conciliador (QuáQuáQua)
Por Fernando Brito, em seu blog

Depois vocês não acreditam em milagre.
Mesmo com Temer tendo montado um ministério com investigados e estar ele próprio na delação do Delcídio do Amaral, o clima de fraternidade que ele trouxe é sensacional.
Vejam o que O Globo conta sobre a palestra dada ontem pelo Dr. Sérgio Moro, em Maringá:
O juiz Sérgio Moro disse que é preciso apaziguar o país, agir com racionalidade e não ter “rancor ou ódio no coração”, em referência ao atual momento político pelo qual o Brasil passa. Moro deu essas declarações na quarta-feira à noite,durante uma palestra aos alunos e professores da Universidade Estadual de Maringá (UEM), no norte do Paraná, onde o magistrado se formou em 1995, no curso de direito.
— É importante, num momento político talvez conturbado, que nós pensemos essas questões apartidariamente e com espírito de tolerância. Vários têm dito que é necessário apaziguar o país, e eu concordo com isso, os ânimos estão inflamados, mas nós temos que tratar essas questões com racionalidade e sem rancor e ódio no coração.
Só faltou pegar o violão, assistindo o governo eleito ir embora e cantar o clássico de Silvio Caldas: “Maringá, Maringá/Depois que tu partiste/tudo aqui ficou tão triste/Que eu garrei a imaginar…”
Bem que algum editor de O Globo quis fazer uma maldade como o doutor, escrevendo lá no subtítulo que ele defendia a “tolerância com a corrupção sistêmica”.
Mas nada disso vai abalar a a nova versão do Moro Paz e Amor.  Claro que só com quem “não vem ao caso”.